PDF Imprimir

Morte do 'Quarteto Fantástico': Triste desconfiança sobre a mais recente morte de personagens

Regretting cynicism about Marvel = Triste desconfiança sobre a Marvel

Semana passada, postei meu descontentamento (disdain) pelo gosto (penchant) que a indústria de quadrinhos (comic book) tem em matar super-heróis icônicos com a intenção de (for the sake of) alavancar (spurring) vendas e atenção da mí­dia, especialmente quando aquelas mortes não perduram (stick) e são revertidas por igualmente publicitárias (ballyhooed) estórias de ressurreição. O mais recente crime (culprit): Marvel Comics, que não há muito tempo matou/reviveu o Capitão América, hoje publica o Quarteto Fantástico (Fantastic Four) #587, que vai assassinar (bump off) um membro do quarteto que luta contra o crime. Sr. Fantástico? Mulher Invisí­vel? O Coisa? Tocha? A resposta é para vendas - lacrado no plástico (sem fotos grátis!) - na loja de gibis perto de você... ou disponí­vel na net, via sites de notí­cias que tem decidido estragar a novidade. Se você quer que eu estrague a novidade, eu indico que você procure Geoff Boucher do Los Angeles Times, que tem uma entrevista com o escritor do quadrinho, Jonathan Hickman.

Fonte em inglês:http://shelf-life.ew.com/2011/01/25/fantastic-four-death-assassination/

 

Adicionar comentário

Este texto te ajudou em alguma coisa? Quer contribuir com mais informações? Tem algum erro e quer sinalizar? Então escreva no formulário abaixo.

foto do autor

Graduado em Informática com Ênfase em Gestão de Negócios na FATEC/ZL e não em Letras também (que pena!).

Amante da Língua Inglesa e Interessado em entrar na Jerusalém Celestial e ver um mundo com Tradução Automática.


Código de segurança
Atualizar

Nós temos 72 visitantes online