PDF Imprimir

Eduardo Saverin, ex-Facebook, renuncia í  cidadania americana e é alvo de crí­ticas nos Estados Unidos

O bilionário brasileiro Eduardo Saverin passou de empreendedor bem-sucedido a traidor inescrupuloso nos Estados Unidos. O empresário de 30 anos, que construiu uma fortuna ao ajudar a fundar a rede social Facebook com Mark Zuckerberg, renunciou em setembro í  cidadania americana para viver em Cingapura. Ele morava nos Estados Unidos desde 1993. A mudança de lar poderia ser considerada normal, não fosse um detalhe: a legislação de Cingapura não inclui impostos sobre ganhos de capital. Nos Estados Unidos, o imposto sobre o mesmo tipo de renda é de 15%. Com a oferta pública inicial de açíµes (IPO, na sigla em inglês) do Facebook na semana passada, estima-se que Saverin abocanhe cerca de US$ 4 bilhíµes, considerando que tenha 4% das açíµes da empresa ââ?¬â?? ele nunca confirmou o percentual exato. Por morar em Cingapura, ele não terá de pagar um centavo sobre o dinheiro adquirido. Até setembro, quando ainda era americano, Saverin pagou cerca de US$ 440 milhíµes em impostos por seus 4% de açíµes. Num cenário mais radical, que poderá entrar em vigor caso o atual presidente,Barack Obama, seja reeleito, ele teria de deixar US$ 1,45 bilhão para os cofres do governo ââ?¬â?? ou seja, a manobra pode garantir a ele uma economia tributária superior a US$ 1 bilhão.

Fonte: http://revistaepoca.globo.com/tempo/noticia/2012/05/eles-nao-curtiram.html

 

Adicionar comentário

Este texto te ajudou em alguma coisa? Quer contribuir com mais informações? Tem algum erro e quer sinalizar? Então escreva no formulário abaixo.

foto do autor

Graduado em Informática com Ênfase em Gestão de Negócios na FATEC/ZL e não em Letras também (que pena!).

Amante da Língua Inglesa e Interessado em entrar na Jerusalém Celestial e ver um mundo com Tradução Automática.


Código de segurança
Atualizar

Nós temos 88 visitantes online